oklima em verso e prosa
Contos e Versos
CapaCapa TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato
Textos

ep%3F%3Flogo%20royalfree%20BXP27216.jpg

(Imagem do Google)



O DERRADEIRO VERSO
Odir Milanez
 
 
O deserto do nada, o longe, o pó.
A poesia é pertence do passado
restado de um poeta. Areia só,
sopra o vento do estro empoeirado.
 
A palavra perdida causa dó,
violentando o verso inacabado.
Sonhos insanos sangram do igapó,
envelhecendo o verde desbotado.
 
Rosas rubentes sangue ser parecem.
Poreja a pedra um pranto passageiro
pingado pelas nuvens, que enoitecem.
 
Ventura o vate o verso derradeiro
ao derradeiro amor... Eis que perecem
os seus sensos, sumidos por inteiro!...
 
JPessoa/PB
26.11.2015
oklima
 
 
 
Sou somente um escriba
que ouve a voz do vento
e versa versos de amor...
 
odirmilanez.blogspot.com

Para ouvir a música, acesse:

http://www.oklima.net 

 
oklima
Enviado por oklima em 26/11/2015

Música: All By Myself - Celine Dion

Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários