oklima em verso e prosa
Contos e Versos
CapaCapa TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato
Textos

 
cart%C3%A3o-sus-_-cadastro.jpg

 
UM DRAMA CACOFÔNICO
Odir Milanez
 


 

Sou Paulo Nado Thorto Late Jandos,
herança grega à graça de ancestrais!
Como os amigos meus, anos e anos
ocupei, dando notas nos jornais.

 
Gracejam de meu nome os levianos.
Nomes que dão, abundam mais e mais.
Trazem consigo irreparáveis danos,
cacofônicos danos laterais!
 

Ontem, vivi da vida nova saga.
Fui com Paula num posto. Bafafá.
A moça nova, Gina, eis que desbraga:
 

- Entra Paula T Jandos. Buce tá?
- Buce tava e se foi. Deu-se uma vaga!
- diz Castro Pinto – A brecha tu me dá?
 

A bunda sua. A turba:- Vá lá, vá!
O tifo deu e o casto Pinto apaga!
 
 


JPessoa/PB

07.06.2012

oklima


barra_rosinha.gif

Sou somente um escriba
queouve a voz do vento
e versa versos de amor
 

 
oklima
Enviado por oklima em 11/06/2012
Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários