oklima em verso e prosa
Contos e Versos
CapaCapa TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato
Textos


GATO PEDRÊS


Miando alto, aos trancos e barrancos,
disputando uma gata branca e preta,
a cambada caudal de gatos brancos
faz, para a fêmea, fofa cançoneta.

Eis que um gato pedrês, vindo dos flancos,
como quem surge apenas de veneta,
um perito no pulo e nos arrancos,
agarra a gata, sem mais etiqueta.

A cambada, amuada, então assiste
ao bailado bacântico e burguês,
cantando, baixo, uma miada triste.

E da fecundação fica freguês,
pois o branco total não mais resiste
ao branco e preto do casal pedrês!

Odir, de passagem.

oklima
Enviado por oklima em 24/02/2010
Alterado em 04/03/2010

Música: Ensaios de Amor - Emilio Santiago

Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários